Onde está o caminho ?

(livre adaptação de um koan Zen)

O menino Agenor cresceu...

Depois de compreender a Vida que passava em sua horta e de conhecer a Ilusão e a Babel num passeio no circo, Agenor tornou-se um homem tranqüilo e feliz.

Freqüentemente era procurado por pessoas que queriam saber como ele conseguia viver em paz num mundo tão complicado, tão cheio de disputas, tensões e cobranças.

E as pessoas perguntavam... e Agenor, sempre solícito, respondia :

    Agenor, como eu faço para conseguir essa sua paz ? Qual é o caminho ?

    O Caminho está diante de nossos olhos.

    Mas aonde que ninguém consegue ver ?

    Realmente niguém vê o Caminho, mas o problema não está no Caminho, está nas pessoas que estão cegas para ver o Caminho.

    Cegas como, Agenor ? O que você quer dizer com isso ?

    Cegas porque confundem suas ilusões com a realidade. Todos nós vemos o mundo dividido em pedaços separados, dizendo que isto sou Eu, aquilo é Você e aquilo outro é o copo de água e que nós bebemos a água para matar a sede. Tudo tem sua causa. Tudo bem arrumadinho como num quebra-cabeças bem montado. Mas são estas figuras ( Eu e Você ) que enxergamos que nos impedem de ver a realidade inominada que está por trás desse quebra-cabeça. É dentro desta realidade que está o Caminho. Não se pode vê-lo quando se está preso às nossas ilusões.

    Você está falando como um yogue, Agenor. Quer dizer que o Caminho está escondido para nós. Mesmo porque se não estivesse, todos o veriam e ninguém precisaria perguntar por ele, né ? Como alguém pode fazer para ver o caminho, Agenor ?

    Deixando de dividir o mundo em partes. Deixando de por rótulos nas coisas, por exemplo me chamando de yogue. Deixando, principalmente, de chamar alguma coisa do mundo de Eu ou de Você.

    Do jeito que você fala parece que é muito fácil. Você quer dizer que quando não tem o Eu e o Você e tudo o mais, então se pode ver o caminho ?

    Querido... quando não tem um Eu ou um Você, quem é que quer ver o Caminho ?


Mande sua opinião Kika Web Conto anterior Próximo texto